Ilhabela abre as Jornadas Participativas da IlhaMuseu

14 de julho de 2024

Com a participação da comunidade e entidades interessadas, a UNESCO promoveu, em parceria com a Fundação Florestal, a 1ª Jornada Participativa nos dias 14 e 15 de junho, em Ilhabela (SP). A iniciativa, desenvolvida para ampliar o diálogo com a sociedade, debateu aspectos relativos à criação da IlhaMuseu do Litoral Norte de São Paulo. O evento  foi realizado no Auditório da Fundação Florestal, Praia das Pedras Miúdas, em Ilhabela.

Esta foi a  primeira das quatro jornadas previstas para compartilhamento e diálogo
com os municípios na região do litoral norte de São Paulo: Ilhabela, Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba. O Objetivo é uma escuta das propostas, sugestões e expectativas por parte das instituições locais, comunidades tradicionais e sociedade civil em geral. O encontro também representa a
oportunidade para que novas parcerias sejam estabelecidas com foco no fortalecimento do projeto.

Pelo menos 60 pessoas passaram nos dois dias para conhecer os trabalhos já realizados no projeto IlhaMuseu e contribuiram com ideas, críticas e sugestões em um processo colaborativo e coletivo que está só começando. Ao final de cada dia, os participantes foram convidados a contribuir com sugestões, criticas e ideias, respondendo a pergunta: considerando que o futuro museu estará dedicado ao
patrimônio cultural e natural do litoral Norte de SP, e às interrelações entre eles, o que gostariam de ver representado?

As apresentações e abertura dos dois dias contaram com a presença de Isabel de Paula, Coordenadora do Setor de Cultura da UNESCO, Tadeu Badaró, Promotor de Justiça/MPSP, Marcio José dos Santos, gerente das Unidades de Conservação do Litoral Norte/Fundação Florestal , Luis Sardá, Gerente Executivo do projeto IlhaMuseu; Plácido Cali, Mário Domingos e Gil Barbieri (consultores UNESCO).

Nosso agradecimento a todas as pessoas que puderam contribuir nesta Jornada, com muita paixão pelo patrimônio cultural e natural do Litoral Norte de São Paulo.

“O início das Jornadas é muito importante para a UNESCO porque nós estamos dialogando com comunidades tradicionais, com representantes da sociedade dos quatro municipios do Litoral Norte ( Sao Sebastião, Caraguatuba, Ubatuba e Ilhabela) , onde vai ficar a IlhaMuseu. É um museu de territorio, que vai trazer para toda a sociedade a historia,  o patrimonio cultural e natural, as manifestações artísticas e as expressões culturais, que são muitos ricas e estão presentes no Litoral Norte de São Paulo” Isabel de Paula, coordenadora do setor de Cultura da UNESCO”

“É o começo da materialização de uma ideia de devolver à sociedade um espaço  que é publico, que tem que ser desfruta do por todos. A ideia é que este espaço transpire a ideia do coletivo e para isso a gente precisa envolver a sociedade na maior medida possível. Com esta jornada se inicia a materialização dessa ideia.”  Tadeu Badaró, promotor de Justiça/MPSP

Em agosto de 2023 começam as Jornadas Participativas de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba.

Vejam algumas apresentações da nossa primeira Jornada, em Ilhabela, e conheça mais do projeto no nosso Canal do Youtube:

 

Sobre as Jornadas Participativas-

Por meio de chamadas públicas, a todos os interessados em participar das
discussões sobre a missão, os objetivos e os valores do futuro museu a jornada
integra o projeto desenvolvido pela UNESCO. O projeto é voltado à valorização
do patrimônio cultural e natural do Litoral Norte e às práticas sustentáveis dos
povos tradicionais da região.

Ilha das Cabras –
A Ilha das Cabras está localizada em área natural protegida pelo Estado de
São Paulo, a Unidade de Conservação de Proteção Integral Parque Estadual de
Ilhabela. A região com diversas unidades de conservação é reconhecida pela
UNESCO como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. A UNESCO coopera com
as Reservas da Biosfera no âmbito do Programa O Homem e a Biosfera
(Programa MaB). A gestão da Reserva da Biosfera favorece a descoberta de
soluções para problemas como o desmatamento das florestas tropicais, a
desertificação, a poluição atmosférica, o efeito estufa entre outros.

 

 

Compartilhar notícia

instagram